O que são e quais os tipos de agregados no concreto?

Os agregados consistem em materiais minerais sólidos em forma de grãos (geralmente inertes), que são utilizados para compor argamassas e concretos. A ABNT NBR 7211:2009 – Agregados para concreto – Especificação, menciona que “os agregados devem ser compostos por grãos de minerais duros, compactos, estáveis, duráveis e limpos, e não devem conter substâncias de natureza e em quantidade que possam afetar a hidratação e o endurecimento do cimento, a proteção da armadura contra a corrosão, a durabilidade ou, quando for requerido, o aspecto visual externo do concreto”.

Tipos de agregados:

Temos dois tipos de agregados utilizados no concreto: Graúdo (brita) e o miúdo (areia), variando conforme seu tamanho e características específicas, definidos assim:

  • Agregado miúdo (areia): Deve conter uma distribuição granulométrica, ou seja, uma boa curva da granulometria garante grãos não são de um único tamanho, assim tendo melhor aproveito dos vazios no concreto. Deve-se observar a quantidade de água presente na areia (umidade), pois ela afeta na quantidade de água no traço e por consequência na resistência e fator água/cimento, impactando no custo final do concreto. A ABNT NBR NM 248 – Agregados – Determinação da composição granulométrica, define “Agregado cujos grãos passam pela peneira com abertura de malha de 4,75 mm e ficam retidos na peneira com abertura de malha de 150 µm”.
  • Agregado graúdo (brita): Atentar para o diâmetro máximo deste agregado em relação a estrutura que está produzindo (dimensões) e a distribuição e tipo da armadura utilizada (espaçamento/diâmetro do aço). Seu formato impacta diretamente no índice de vazios do concreto, por isso, recomenda calcular o índice de forma do agregado, que consiste na relação entre a maior e menor dimensão do grão, quanto menor esta relação, menor será o índice de vazios no concreto. A ABNT NBR NM 248 – Agregados – Determinação da composição granulométrica, define “Agregado cujos grãos passam pela peneira com abertura de malha de 75 mm e ficam retidos na peneira com abertura de malha de 4,75 mm, em ensaio realizado de acordo com a ABNT NBR NM 248”.


Os agregados são adicionados ao concreto para:

  • Transmitir as tensões aplicadas ao concreto através de seus grãos. Geralmente, a resistência à compressão dos agregados é superior que a do concreto.
  • Reduzir o efeito das variações volumétricas ocasionadas pela retração, quanto maior o teor de agregados em relação à pasta de cimento, menor será a retração.
  • Reduzir o custo do concreto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *